[Participe do livro] Fractais da Alma

5 comentários:

Esse é o motivo pelo qual eu gosto tanto da Andross! Ela transforma o público em escritor e da uma chance para aqueles que, em outras situações, talvez não conseguiriam publicar seu trabalho.

Até 28 de fevereiro de 2014, a Andross Editora estará recebendo poemas para publicação no livro “Fractais da Alma


A Andross Editora está recebendo poemas de novos escritores para publicação no livro “Fractais da Alma - Antologia de poemas ”, a ser lançado no segundo semestre de 2014 no evento Livros em Pauta.

Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site 
www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 28 de fevereiro de 2014.
Edson Rossatto


Estamos procurando poemas que toquem o íntimo dos leitores.”, disse Edson Rossatto, o organizador do livro.



 SINOPSE DO LIVRO: A alma dentro da alma, sentimentos dentro de sentimentos... Partes divididas e, ainda assim, iguais, em escalas cada vez menores, rumo ao íntimo e infinito do ser humano. FRACTAIS DA ALMA reúne poemas de autores que se voltaram para o seu interior e de lá trouxeram emoções nunca antes colocadas em palavras.



SERVIÇO: 
Livro:Fractais da Alma - Antologia de poemas” 
Organização: Edson Rossatto
Envio do texto: até 28/02/2014 
Lançamento: Segundo semestre de 2014 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora


Confira a entrevista do organizador do livro e editor da Andross Editora sobre o projeto de publicaçõ de novos autores em antologias. Vale a pena assistir!





[Resenha] Deixe a Neve Cair por John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle

7 comentários:

Fui com muitas expectativas ler esse livro pois, até então, John Green era como um Deus pra mim. Acabei me surpreendendo negativamente com ele. Sua história (a 2ª) é, além de a mais curta, a mais chatinha. Os personagem são bobos e o tema é clichê.

Comecei o livro já com um pé atrás - culpa da edição: páginas brancas! E uma letra miúda que quase me matou. Me deu aquela dor de cabeça e tive que largar o livro até melhorar. Mas até ai tudo bem, os autores não tem nada a ver com isso (ponto negativo pra Rocco).

A primeira história eu achei muito linda. Pra mim, Maureen levou o livro nas costas. Expresso Jubileu fala sobre uma menina cujos pais são presos e ela não tem escolha se não ir para casa dos avós de trem durante a maior nevasca dos últimos 50 anos. Não dá outra: eles ficam atolados na neve. Jubileu decide ir sozinha até uma Waffle House que avista a alguns metros de distância e lá conhece o lindo ( fofo, maravilhoso, apaixonante) Stuart.
"É, deixe a neve cair. Deixe nevar e nevar e me enterre. Muito engraçado, Vida."

Já a narrativa de John gira em torno de 3 melhores amigos que, durante uma maratona de filmes, recebem uma ligação e decidem ir - no meio da neve mesmo - até a mesma Waffle House que Jubileu está. Como eu já disse, é bem chatinho e bobo. Green vai ter que fazer outro livro a altura de "A Culpa é das Estrelas" pra me conquistar de novo.
"E às vezes esse meio feliz parece tão incrível que você pode se convencer de que não é um meio, mas durará para sempre."
Por fim, Myracle escreve sobre "a namorada que traiu o namorado e agora se arrepende". A personagem Addie passa várias (milhares) de páginas se lamentando, sofrendo e pagando de coitada. Isso por si só já me deixou bem nervosa com ela, mas percebi que além de dramática ela também era meio idiota. As pessoas ficavam "falando mal dela" e ela não reagia.

"Se me der mais uma chance, lhe darei meu coração inteiro."

De resto, me decepcionei um pouco com a monotonia. Definitivamente não foi um daqueles livros que a gente não quer largar por nada.

[TAG] Complete as Frases

4 comentários:

Fomos indicadas pelas parceiras do A Culpa é dos Leitores para responder a tag "Complete as frases". Vamos lá!

Frases:
1. O mundo seria mais feliz se... 
... as pessoas pensassem menos em si mesmas.
2. Uma verdadeira amizade é realmente importante quando... 
...  se sente a dor de um verdadeiro amor.
3. Paciência e tolerância são para mim... 
... qualidades indispensáveis!
4. Algo que me irrita profundamente... 
... é quando as pessoas se fazem de tontas.
5. Acho que as pessoas mais humildes... 
... são possivelmente mais felizes.
6. Quando o dia amanhece nublado... 
... tenho vontade de ver váaaarios filmes.
7. Uma qualidade indispensável nas pessoas... 
... é com certeza a simpatia.

Achei a brincadeira bem divertida mas não vou indicar nenhum blog para fazer o mesmo... fica a critério de vocês experimentar. Deixo o convite em aberto hahaha

[Conclusão] Maratona Literária 2.0

5 comentários:



Pensei em fazer a conclusão da maratona em vídeo (por isso a demora para sair o post), mas algumas coisas complicaram a realização disso - entre elas o fato de eu ainda não ter uma câmera de verdade e a do computador ser uma tristeza. Então vamos de postagem mesmo né? Quem sabe um dia consigo gravar algo de verdade hahaha

A maratona literária desse ano me deixou infinitamente mais feliz que a do ano passado. Não, não cumpri a meta. Mas foi por pouco! Quando deu a meia noite de domingo pra segunda eu já tinha acumulado um total de 725 páginas (eba!), o que significa dois livros lidos e um pela metade.

Comecei o desafio com Lola e o Garoto da Casa ao Lado, que eu estava louca pra ler. A leitura foi bem rápida, em um dia eu já tinha terminado.


Pretendo postar a resenha em breve (tenho bastante coisa pra falar do livro), mas já adianto que é um 4 estrelas.

 Meu "próximo passo" foi Deixei a Neve Cair, que tem a participação de John Green. Não sabia o que esperar desse mix de autores então o sentimento não foi decepção.


Apenas não gostei do livro. A resenha desse também sairá logo porque preciso quero desabafar hahaha 3 estrelinhas (graças a Maureen Johnson que - cá entre nós - salvou o livro).

Por fim, tentei engolir O Teorema de Katherine. Não sei se o livro fica melhor mais pra frente, mas acho que comecei a ler com tanta expectativa que foi um balde de água fria.


Não consegui levar adiante, vou ter que tentar de novo em outra época.

Assim terminou minha maratona. Foi divertido me desafiar um pouco mas finalizei meio decepcionada. Fãs do Green que me desculpem, mas agora vou pensar duas vezes antes de comprar um livro dele.

[Resenha] Anjo Mecânico por Cassandra Clare

5 comentários:

Olá, leitores!

Para o meu primeiro post do Ame Ler, eu escolhi fazer a resenha de "Anjo Mecânico", o primeiro livro da trilogia das Peças Infernais, assinados por Cassandra Clare. A história se passa no século XIX e é no mesmo mundo de Caçadores de Sombras da série "Os Instrumentos Mortais", que é bestseller mundial.

Na história, uma jovem chamada Tessa Gray se muda de Nova York para Londres após a morte de sua tia para poder viver com seu irmão, Nathaniel. Porém, quando ela chega em Londres, não encontra Nate e é sequestrada por duas irmãs, que dizem ser bruxas. Tais irmãs dizem a Tessa que ela possui um poder especial e que elas estão encarregadas de treiná-la para uma pessoa especial.

Após seis semanas de sofrimento e treinamento, Tessa é salva por Will Herondale, um Caçador (lindo!!) de Sombras. Ele a leva para o Instituto e logo ela conhece outros Caçadores de Sombras, como Jem Carstairs. Ambos os meninos têm segredos e mistérios que se desvendam ao longo dos livros. Ela se mostra interessada pelos dois Caçadores, agora qual será que ela irá escolher?

Para descobrir, só lendo a trilogia toda mesmo: Anjo Mecânico, Príncipe Mecânico e Princesa Mecânica (que acabou de ser lançado no Brasil!). Muita aventura, lutas e, obviamente, romance.

E o que torna essa trilogia ainda mais emocionante é que a Tessa é totalmente apaixonada por livros, então fica muito fácil se relacionar com a personagem. Pontos para a Cassandra Clare!

Uma das melhores trilogias que já li até hoje, incrível!!


[Resenha] O menino do pijama listrado por John Boyne

11 comentários:

Com apenas 9 anos, o protagonista dessa incrível história é obrigado a se mudar por conta do trabalho de seu pai. De sua confortável casa em Berlim ele passa a viver em uma pequena - para seus padrões - residência em Auschwitz
"Cercas como essa existem no mundo todo. Esperamos que você nunca se depare com uma delas."
O livro, assim como "Diário de Anne Frank", se passa durante a 2ª Guerra mundial e é muito emocionante. Mas ao contrário de Anne, Bruno não sabe que está no meio de uma guerra, o que acaba comovendo o leitor, pois o garoto é realmente bem inocente e não tem ideia do que está vivendo. 

Boyne torna o livro leve pois, ao invés de contar o massacre que realmente ocorreu, ele opta por mostrar os fatos de uma forma mais doce, do ponto de vista de uma criança, alheia aos acontecimentos políticos de sua época.

Um dia, em que não encontra nada o que fazer, Bruno decide sair para explorar as redondezas. Ele acaba encontrando, do outro lado da cerca que sempre via de sua casa, um menino que mais tarde descobriria ser Shmuel. Como o protagonista não sabia nada sobre os judeus, cria uma amizade verdadeira com o garoto que vive em um campo de concentração. E mesmo com essa cerca impedindo o contato físico dos dois, a cada dia, essa amizade crescia mais. 

O clímax da narrativa se dá no momento em que Bruno, levado pela típica curiosidade infantil e vontade de ajudar o novo amigo, decide ver com seus próprios olhos o que acontece do outro lado da cerca. Desse ponto em diante o leitor fica instigado imaginando qual será o destino desse querido protagonista. John consegue expressar no livro muito bem as características de uma criança como sua inocência e curiosidade. 

Livro super recomendado, John Boyne se mostrou um ótimo escritor e me surpreendeu nesse aspecto pois, apesar de ter ouvido falar muito de suas obras, não esperava algo tão verossímil e cativante.
"Uma coisa é certa: ficar sentado se sentindo infeliz não vai mudar nada."

Trailer do filme:


[Desafio] Maratona Literária 2.0

5 comentários:
Dessa vez venho com mais tempo, mais disposição e duas vezes mais motivada. No primeiro desafio, que aconteceu em julho do ano passado, me atrapalhei toda e não consegui atingir minha meta nem participar das missões propostas pelos blogs organizadores.
Pra quem não conhece, sugiro que leia o post do ano passado já que as regras permanecem basicamente as mesmas. 

2014: Novo ano, novas metas. Nova maratona. E eis aqui meus novos desafios:

       O Teorema Katherine Lola e o Garoto da Casa ao Lado Deixe a Neve Cair

Um dos motivos que me leva a acreditar que vou conseguir alcançar a meta desse ano sem grandes dificuldades é, além do tempo livre, a vontade de ler esses livros. Lola e o Garoto da Casa ao Lado é o que mais quero ler, porém John Green sempre me atraí e me deixa com aquela vontade de dar uma olhadinha.

Sobre as missões: consegui encontrar uma forma de me organizar melhor e fiz um calendário para garantir que não vou perder nenhuma:



13/01 - Início da maratona + Missão: Leiturinhas
14/01 - Missão: Bookeando
15/01 - Missão: Por Essas Páginas
16/01 - Missão: Garota It
17/01 - Missão: Café com Blá Blá Blá
18/01 - Missão: Psychobooks
19/01 - Fim da maratona + concurso megakit
27/01 - Resultado do concurso megakit

Então é isso, me desejem sorte... Mãos a obra!